Mais de 60.000 alunos capacitados

MG (31) 3495-4427, MG (31) 3450-3644, MG (31) 99201-0939, SP (11) 2368-9882, SP (11) 3522-8441,RJ (21) 4063-9441, PR (41) 4063-5441, RS (51) 4063-7441 , DF (61) 4063 6405

Proteção auditiva – Curiosidades

proteção auditiva

Um equipamento de proteção individual é planejado para garantir a proteção dos trabalhadores contra diversos perigos presentes no local de trabalho. Os equipamentos são fabricados visando adquirir boas notas nos testes de aprovação das normas técnicas. Mas quando pensamos em riscos e perigos que podem estar presentes no local de trabalho, podemos não pensar em proteger os ouvidos. Os ruídos emitidos podem agir sob o trabalhador de várias maneiras, prejudicando não só a audição, mas também a atividade física, fisiológica e mental da pessoa. Certamente, o trabalhador que sofre com barulho possivelmente terá consequências, pois além de prejudicar a saúde, o s ruídos tem o pode de atrapalhar a concentração e a produtividade do funcionário.

 

Os equipamentos NR 15, que são atividades e operações insalubres, institui que a proteção auditiva é necessária para exposição a ruídos iguais ou superiores a 85 decibéis. Todas as empresas precisam ter um programa de conservação auditiva em vigor casos os trabalhadores estejam expostos ao nível de ruído estabelecido como máximo. Isso para uma jornada de trabalho de oito horas. Destinado a quem trabalha operando máquinas e equipamentos pesados que produz muitos ruídos. É responsabilidade do técnico de segurança fazer um estudo dos riscos em cada ambiente de trabalho e indicar o protetor auditivo mais indicado.

E o que fazer para se proteger?

Os principais protetores auriculares são o tipo plug, espuma e o tipo concha.

 

Não é recomendável usar o mesmo protetor auricular plug em orelhas diferentes, porque você pode estar com alguma doença ou uma bactéria de um lado que poderá ser passado para o outro lado do ouvido. Existem duas técnicas simples para não confundir: dar um nó na cordinha do protetor somente de um lado para sempre saber qual é o lado que deve ser usado. Outra dica é comprar um protetor com cores diferentes.

 

Outro fato: nem sempre o protetor tipo concha é superior ao tipo plug ou espuma. Por ser grande e que tampe a orelha, as pessoas presumem que ele vai proteger mais, no entanto, não é bem assim que funciona. Você precisa verificar o quanto o protetor atenua pelas bandas de frequência.

Mas por que isso é importante?

Caso você tenha um protetor tipo concha que atenua muito bem os ruídos de baixa frequência, mas o trabalhador estiver exposto a ruídos de alta frequência, esse protetor não irá ser eficaz. Várias vezes, o protetor do tipo plug ou protetor de tipo inserção protege muito melhor, por exemplo, em uma banda de alta frequência do que um protetor de tipo concha que foi programado para baixas frequências e vice-versa. Portanto, é indispensável verificar o melhor equipamento para o seu trabalho. Independentemente do tamanho, os dois são eficazes dependendo do tipo de situação.  

 

Explicaremos de forma correta a maneira de colocar o protetor auricular tipo plug.

 

É uma manobra bem simples, você só precisa puxar a sua orelha para trás, e então colocar na orelha esquerda, puxe a orelha com a mão direita, por trás da cabeça, abra a boca na hora de introduzir o protetor e é isso. É importante realizar esse processo porque quando você puxa a orelha e abre a boca, o canal do tímpano é aberto de maneira adequada para você conseguir encaixar corretamente. Irá relaxar os músculos corretos para o protetor entre facilmente.  Caso seja a de espuma, antes de executar essa técnica você deve apertar o epi até ele ficar na espessura para colocar no ouvido. Tome bastante cuidado para fazer a higienização correta e evitar eventuais infecções.

Conheça mais sobre proteção auditiva

Precisa de Ajuda?
não faça pagamentos por PIX.