Mais de 60.000 alunos capacitados

MG (31) 3495-4427, MG (31) 3450-3644, MG (31) 99201-0939, SP (11) 2368-9882, SP (11) 3522-8441,RJ (21) 4063-9441, PR (41) 4063-5441, RS (51) 4063-7441 , DF (61) 4063 6405

CONVULSÃO SAIBA COMO AGIR

Entenda mais sobre a convulsão

São espasmos (contrações musculares) involuntários que levam a vítima a se debater, a convulsão pode apresentar outras características também como um olhar parado, fixo (uma espécie de paralisia) ou até mesmo um enrijecimento muscular, sem ter os espasmos.

                                                       

Uma convulsão ocorre quando há uma atividade elétrica anormal do cérebro e é caracterizada por alterações motoras.

 

É importante saber o que fazer nestes casos, uma vez que a ação incorreta pode agravar lesões na vítima ou até ocasionar lesões no próprio socorrista.

 

Manter a calma é o primeiro passo para conseguir controlar a situação.

 

A convulsão pode ser um evento único ou acontecer repetidas vezes. Crises recorrentes podem caracterizar o diagnóstico de epilepsia, mas vale lembrar que as crises convulsivas nem sempre são casos de epilepsia, podem ocorrer quando a vítima sofre um forte abalo emocional, em casos de febre alta, overdose entre outros casos.

 

Uma avaliação médica é necessária em casos de convulsão, especialmente quando se trata da primeira crise, quando ocorrer com criança ou ainda se a crise durar mais de 5 minutos.

 

Caso a vítima já seja diagnosticada como epilético o tratamento deve ocorrer conforme procedimentos para crises convulsivas e se necessário encaminhar ao atendimento hospitalar.

 

Durante a crise convulsiva, embora muitas pessoas que estão próximas fiquem apavoradas, sem saber o que fazer, o mais importante é manter a calma, só assim o socorro será eficiente.

 

A primeira providência consiste em afastar qualquer objeto que esteja próximo à vítima e possa machuca-la como cadeiras, jarros, pequenas mesas, etc…

 

Outro cuidado muito importante é proteger a cabeça da vítima e para isso deve-se colocar algo embaixo da cabeça, como uma camisa dobrada, por exemplo, e se a vítima apresentar secreção pela boca virar a cabeça de lado para a vítima não aspirar.

 

Um detalhe muito importante é nunca forçar a abertura da boca e nem tentar colocar nada na boca da vítima, isso pode machucar ou até mesmo quebrar dentes.

Convulsão enrola a língua?

A LÍNGUA NÃO ENROLA.

 

O que ocorre nestes casos é a língua obstruir a passagem do oxigênio e nestas situações deve se prestar os primeiros socorros fazendo a liberação das vias aéreas superiores, a língua volta naturalmente para o lugar e a respiração é reestabelecida.

 

Se a vítima não respirar mesmo após a liberação das vias aéreas superiores, muito provavelmente ela teve uma PCR (Parada Cardio Respiratória) e o procedimento adequado nestes casos é iniciar o SBV (Suporte Básico de Vida) que consiste em manter a oxigenação do cérebro através da RCP (Reanimação Cardio Pulmonar).

 

Quando a vítima parar os espasmos e estiver respirando após a crise, é indicado coloca-la de lado até sua plena recuperação.

 

Agora se mesmo após todo conhecimento você não se sentir preparado para agir, lembre-se, isolar o local, proteger a vítima e providenciar ajuda já é prestar socorro.

 

Ligue 192 ou 193 e se for dentro da empresa busque ajuda da equipe interna, não se omita.

Conheça mais sobre a ma consultoria

MA Consultoria é uma empresa que busca transparência em todas as suas atividades e processos e está adequada para atender a todos os requisitos legais previstos nas normas regulamentadoras.

 

Contamos com uma equipe de instrutores altamente capacitados e com experiência em todas as práticas apresentadas em seus cursos.

 

 

Giselle Dias

YouTuber do canal Fechado com a Segurança #fechadocomasegurança

Formada em magistério, Tec. em Segurança do Trabalho com mais de 6 anos de experiência em treinamentos das NR’s, Multiplicadora da NR 35NR 33, NR 20 entre outras.  Bombeiro Civil e Instrutora de Trânsito com mais de 10 anos de experiência em formação de condutores, reciclagem de infratores e Direção Defensiva para empresas.

 

Fonte:

Canal Fechado com a Segurança

O que é convulsão?

https://www.youtube.com/embed/bdfVFHeQZY4

São espasmos (contrações musculares) involuntários que levam a vítima a se debater, a convulsão pode apresentar outras características também como um olhar parado, fixo (uma espécie de paralisia) ou até mesmo um enrijecimento muscular, sem ter os espasmos.

Uma convulsão ocorre quando há uma atividade elétrica anormal do cérebro e é caracterizada por alterações motoras.

É importante saber o que fazer nestes casos, uma vez que a ação incorreta pode agravar lesões na vítima ou até ocasionar lesões no próprio socorrista.

Manter a calma é o primeiro passo para conseguir controlar a situação.

A convulsão pode ser um evento único ou acontecer repetidas vezes. Crises recorrentes podem caracterizar o diagnóstico de epilepsia, mas vale lembrar que as crises convulsivas nem sempre são casos de epilepsia, podem ocorrer quando a vítima sofre um forte abalo emocional, em casos de febre alta, overdose entre outros casos.

Uma avaliação médica é necessária em casos de convulsão, especialmente quando se trata da primeira crise, quando ocorrer com criança ou ainda se a crise durar mais de 5 minutos.

Caso a vítima já seja diagnosticada como epilético o tratamento deve ocorrer conforme procedimentos para crises convulsivas e se necessário encaminhar ao atendimento hospitalar.

Durante a crise convulsiva, embora muitas pessoas que estão próximas fiquem apavoradas, sem saber o que fazer, o mais importante é manter a calma, só assim o socorro será eficiente.

A primeira providência consiste em afastar qualquer objeto que esteja próximo à vítima e possa machuca-la como cadeiras, jarros, pequenas mesas, etc…

Outro cuidado muito importante é proteger a cabeça da vítima e para isso deve-se colocar algo embaixo da cabeça, como uma camisa dobrada, por exemplo, e se a vítima apresentar secreção pela boca virar a cabeça de lado para a vítima não aspirar.

Um detalhe muito importante é nunca forçar a abertura da boca e nem tentar colocar nada na boca da vítima, isso pode machucar ou até mesmo quebrar dentes.

A LÍNGUA NÃO ENROLA.

O que ocorre nestes casos é a língua obstruir a passagem do oxigênio e nestas situações deve se prestar os primeiros socorros fazendo a liberação das vias aéreas superiores, a língua volta naturalmente para o lugar e a respiração é reestabelecida.

Se a vítima não respirar mesmo após a liberação das vias aéreas superiores, muito provavelmente ela teve uma PCR (Parada Cardio Respiratória) e o procedimento adequado nestes casos é iniciar o SBV (Suporte Básico de Vida) que consiste em manter a oxigenação do cérebro através da RCP (Reanimação Cardio Pulmonar).

Quando a vítima parar os espasmos e estiver respirando após a crise, é indicado coloca-la de lado até sua plena recuperação.

Agora se mesmo após todo conhecimento você não se sentir preparado para agir, lembre-se, isolar o local, proteger a vítima e providenciar ajuda já é prestar socorro.

Ligue 192 ou 193 e se for dentro da empresa busque ajuda da equipe interna, não se omita.

MA Consultoria é uma empresa que busca transparência em todas as suas atividades e processos e está adequada para atender a todos os requisitos legais previstos nas normas regulamentadoras.

Contamos com uma equipe de instrutores altamente capacitados e com experiência em todas as práticas apresentadas em seus cursos.

Giselle Dias

YouTuber do canal Fechado com a Segurança #fechadocomasegurança

Formada em magistério, Tec. em Segurança do Trabalho com mais de 6 anos de experiência em treinamentos das NR’s, Multiplicadora da NR 35NR 33, NR 20 entre outras.  Bombeiro Civil e Instrutora de Trânsito com mais de 10 anos de experiência em formação de condutores, reciclagem de infratores e Direção Defensiva para empresas.

Fonte:

Canal Fechado com a Segurança

 

Precisa de Ajuda? clique aqui.
não faça pagamentos por PIX.